by
Crowd
23
de
January
de
2020

Não fique sem saber o que é SEO

Seja para quem trabalha com conteúdo digital ou para quem está montando a página do seu negócio na web, saber como funciona o SEO é imprescindível. Apesar de a palavra parecer um pouco complicada (Search Engine Optimization – “SEO”), o conceito é simples! É por meio dessa técnica que um website pode ser “descoberto” pelos buscadores e, se usado adequadamente, classificado no topo das páginas de resultados de tais mecanismos de pesquisa.

Ainda ficou confuso(a)? Calma que iremos explicar o que você precisa saber para entender o que é e como funciona o SEO.

SEO: usar para ser visto

Atualmente, os sites de busca são a principal maneira pela qual se procura informações na internet. Precisa encontrar uma loja específica no seu bairro? Procure no Google. E dicas de restaurante? Procure no Google. Uma legging para corrida? Está lá também. Agora, imagine se o Google não conseguisse encontrar um estabelecimento, um produto ou qualquer outra coisa? Como que os usuários encontrarão o que procuram? É aí que entra o SEO!

As páginas dos grandes buscadores, como o Google, são divididas em duas partes: a dos resultados pagos (anúncios) e a dos orgânicos. Os pagos, como o próprio nome já diz, referem-se aos sites que pagaram para aparecer no topo da lista. Já os orgânicos são as páginas que, em função de sua relevância alcançada pelo uso do SEO, aparecem logo após os pagos.

Quanto mais o site for considerado relevante para o buscador, mais alta será sua posição na lista de resultados. Ou seja, nada adianta gastar esforço e dinheiro para montar um site e não utilizar o SEO. Nesse caso, o resultado é certo: a página ficará perdida na imensidão de tantas outras.

Como o SEO funciona?

O SEO é um conjunto de técnicas que têm como objetivo fazer com que um site apareça com mais relevância nos motores de busca. Essas técnicas trabalham basicamente certas palavras-chave selecionadas no conteúdo de uma página.

As metodologias que integram o SEO devem trabalhar de forma coesa para sustentar três pilares que todo site deve manter robustos para tornar-se relevante:

  • Reputação: os buscadores analisam a estabilidade do provedor de hospedagem e estrutura de programação;
  • Autoridade: relevância do conteúdo do site dentro de um campo semântico (de palavras ou conjunto de palavras);
  • Popularidade do site: quantidade de acessos e compartilhamentos de uma página comparada a outras com o mesmo tema.

Muitas vezes, quando ouvimos falar de SEO, pensamos que tudo se baseia em um conteúdo cheio de palavras-chave e links. Mas não é apenas isso. Para que tais pilares estejam fortalecidos, é preciso pensar fora da caixinha.

Como trabalhar o SEO?

Trabalhar com o SEO baseia-se em aplicar um conjunto de regras que vão desde a estrutura até o próprio conteúdo. Não por acaso, ter uma seção dedicada a divulgação de artigos informativos é crucial para alcançar uma boa relevância nas páginas de busca. Isso faz com que os buscadores entendam que o site não é apenas comercial, mas também oferece conteúdo de qualidade para os usuários. Uma loja de materiais de construção, por exemplo, pode ter uma seção de artigos com matérias sobre “como começar uma obra”; “como gastar pouco na revitalização de um apartamento”, etc.  O usuário, então, poderá encontrar o site da loja de materiais por meio do seu conteúdo e, assim, conhecer melhor seus produtos. Explicamos em detalhes aqui como isso funciona.

Esse conjunto de regras visa otimizar a pesquisa no Google para que se torne mais fácil encontrar determinado site de acordo com as palavras utilizadas na busca. Pode-se dividir essas regras em três tipos de otimizações:

  • Otimização de Estrutura: conjunto de técnicas aplicadas à estrutura do site. Ou seja, relacionamento entre as seções, recursos técnicos disponíveis (como mapas e formulários) e organização espacial dos elementos como texto e imagem;
  • Otimização Onpage: como o próprio nome diz (dentro da página, em tradução livre), essa parte da otimização é aplicada no conteúdo do site por meio da utilização de alguns elementos, como: palavra-chave, URLs amigáveis, imagens, infográficos, estrutura de links internos e externos, tags de ênfase e meta tags. É também conhecido como Copywriting.
  • Otimização Offpage: baseia-se em técnicas aplicadas para alavancar a popularidade do site por meio de criação de links em outras páginas da web (como menções em outros sites, matérias e compartilhamento em redes sociais). Os motores de busca observam o quanto aquele endereço digital é citado em outras páginas.

SEO: não há como escapar

O SEO é uma das ferramentas de marketing online mais poderosos que existem e é fundamental para o sucesso de um negócio no meio digital. Como praticamente todos os usuários de internet recorrem ao Google para buscar informações, estar com sua marca entre os primeiros resultados listados já é estar um passo a frente dos concorrentes. Além disso, a otimização de sites atrai um tráfego extremamente qualificado. Em outras palavras, convida usuários que têm potencial em se tornarem clientes ou visitantes recorrentes a acessarem a página. 

Um plano SEO bem realizado é um projeto complexo. O escopo do trabalho depende de diversos fatores, como nicho de mercado, budget e visibilidade atual da marca. Por isso, suspeite de fórmulas mágicas. O primeiro passo para criar uma boa estratégia é buscar conhecimento e ajuda de especialistas no tema.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre o SEO? Quer ficar por dentro de mais temas e novidades imperdíveis como essa? Então continue acompanhando o conteúdo exclusivo do blog da Crowd.


O
VOLTAR

▼ AGENDAR COM CONSULTOR ▼

Preciso de serviços de:

A Crowd precisa das informações que você nos fornece para entrar em contato com relação a produtos e serviços. Você pode deixar de receber essas comunicações quando quiser. Para obter informações sobre como cancelar o recebimento, além de nosso compromisso de privacidade veja Políticas e Termos de Uso
Cadastre-se