by
Nicole Torres
02
06
de
April
September
de
2019
2019

Como montar uma máquina de vendas com o Marketing Digital?

Quando abordamos a importância de bons trabalhos de divulgação para a venda de produtos ou serviços, nenhum tema é tão mencionado nos dias de hoje quanto o marketing digital.

Vivemos na era da informação e, cada vez mais, as interações que mantemos na internet se misturam e passam a efetivamente fazer parte de nossa rotina, seja pessoal ou profissional.Nesse cenário, é natural que as marcas queiram se posicionar nos meios online para agregar mais relevância, mas esse tipo de trabalho exige boas estratégias e muito conhecimento!A seguir, vou falar mais sobre o tema, abordando a visão que muitos têm do marketing digital e quais, de fato, precisam ser os seus verdadeiros focos. Quais ideias sobre marketing digital precisam ser desmistificadas?É normal que, com a popularização das plataformas online, cada vez mais empresas procurem por meios de divulgar as suas marcas na web, mas é preciso estar atento às peculiaridades de cada meio e estratégia de comunicação. Muitos acreditam, por exemplo, que é possível estabelecer uma boa gestão de redes sociais sem o apoio de uma agência de marketing ou de um social media interno.

Essa percepção vem da suposta facilidade que esse tipo de tecnologia oferece aos usuários, que estão acostumados a fazer uso pessoal de suas ferramentas.É preciso ter em mente, porém, que existem algoritmos específicos que comandam a relevância dos perfis comerciais e muitas outras questões que não geram os resultados adequados sem o devido conhecimento na área, como impulsionamentos, determinação de horários para postagens, interações, etc. Além de prezar pelo profissionalismo em suas divulgações, também é importante se ater às práticas que realmente sejam alinhadas com o seu segmento e façam sentido em relação aos objetivos do seu negócio.Quando um novo termo está em alta, como é o caso do Inbound Marketing, por exemplo, é comum que muitos empreendedores logo queiram migrar as suas estratégias para a técnica “do momento”, mas um bom planejamento precisa avaliar, antes de mais nada, se essa seria realmente uma boa escolha.Ainda no caso do Inbound, com qual tipo de conteúdo sua empresa se posicionaria na web? Que tipo de solução o seu público buscaria? Qual o perfil provável de leads que seria capturado com o seu discurso? É possível orientá-los ao comportamento desejado de compra?Aqui, dei apenas o exemplo das redes sociais de do marketing de conteúdo, mas seria possível citar inúmeras outras situações, pois todas exigem uma análise direcionada para que seja estabelecido um planejamento realmente efetivo! Como determinar os focos de uma boa campanha? Conforme eu abordei em um de meus artigos anteriores sobre Inbound, para garantir relevância no cenário online, que é extremamente competitivo em termos de atenção, é preciso antes oferecer exatamente o conteúdo que o público deseja consumir.Um bom site, que geralmente é o primeiro passo para uma estratégia de marketing digital, tradicionalmente é visto como um simples catálogo comercial online, mas a visão sobre as ferramentas disponíveis precisa ir além!

Através do website, é possível alimentar um blog com conteúdo otimizado, por exemplo, para que as informações compartilhadas possam aparecer com mais facilidade no Google. Ao oferecer as soluções para as dores dos potenciais consumidores, sua marca não será apenas melhor percebida, mas também terá a possibilidade de recolher leads.Ao mesmo tempo, as redes sociais podem ajudar a retroalimentar o blog e ainda fortalecer a interação com os usuários, através de respostas personalizadas ou ações pontuais de interação.Quanto mais próximas as pessoas se sentirem de sua empresa, mais efetiva será a sua estratégia.Um bom exemplo é a criação de vídeos com depoimentos de clientes, que servem para criar empatia com outros consumidores, demonstrar algumas funções ou utilidades do produto em questão e ainda validar a satisfação prometida pela marca.  É claro que esse exemplo geral que acabei de descrever não se trata de uma regra e que as estratégias podem variar muito de acordo com o perfil de cada negócio, mas ele serve para demonstrar como os objetivos devem estar claros e as mídias devem ser mutuamente retroalimentadas.Como transformar o público-alvo em consumidores?Para que as mídias e as estratégias que mencionei brevemente no item anterior realmente façam sentido e induzam o público-alvo para o comportamento de compra, os esforços de marketing digital devem estabelecer uma relação natural e progressiva com cada indivíduo! Compreender as etapas do funil de vendas e suas respectivas estratégias é fundamental para isso, em que internautas situados no topo do funil, ou seja, menos familiarizados com o seu segmento, tenham acesso a informações úteis e atraentes sobre as suas soluções, para que sejam guiados até temas mais específicos e direcionados às suas fendas, nas fases do meio e do fundo do funil.Vamos supor, por exemplo, que você queira lançar um software para gestão de empresas!No topo do funil, você deve produzir textos, posts, vídeos, entre outros conteúdos de fácil acesso para demonstrar a importância desse tipo de ferramenta e como ela pode trazer mais lucro para as empresas.Já no meio do funil, é hora de partir do pressuposto que o público qualificado já tem conhecimento sobre o assunto que você aborda e passar a aprofundá-lo. Além de trabalhar com as mídias citadas anteriormente, nessa fase é importante qualificar o público para uma segmentação ainda mais assertiva. Sendo assim, após um blogpost, por exemplo, você pode fornecer um material rico como um ebook. O pressuposto do internauta seria um cadastro, que lhe possibilitará obter informações completas para o seu time de vendas.No fundo do funil, você já sabe tudo sobre as pessoas para quem deseja vender e pode trabalhar com mídias mais específicas! Oferecer um contato direto com o time de vendas, compartilhar vídeos com depoimentos de clientes satisfeitos ou ainda lançar guias para soluções de problemas são excelentes exemplos para essa fase. Ao procurar por uma agência de marketing, certifique-se de que o perfil do seu público será devidamente avaliado e traçado, que o comportamento esperado para esse público seja claro e que as ações estipuladas para essa finalidade estejam bem embasadas de acordo com as suas características e os seus objetivos!E você, já divulga a sua marca online? Ficou com alguma dúvida sobre o tema ou tem alguma experiência que deseja compartilhar conosco? Então deixe o seu comentário.

O
VOLTAR
CONVERSE ONLINE COM UM CONSULTOrCadastre-se