by
Nicole Torres
05
06
de
February
September
de
2019
2019

Algoritmos nas redes sociais: entenda as mudanças do Facebook e Instagram

As redes sociais são os principais canais de comunicação da atualidade e saber utilizá-las é indispensável para obter sucesso em qualquer negócio.

A pesquisa Content Trends, realizada em 2018 com agências de marketing digital e internautas de todo o Brasil, não me deixa mentir: os posts nesse tipo de mídia são os mais utilizados entre os usuários para consumir conteúdo!

Quando o assunto são pesquisas específicas para encontrar informações, as plataformas sociais foram destacadas por 85,4% dos respondentes, ficando atrás apenas das buscas no Google, que tiveram 86,7% dos votos.  

Ao se deparar com esses dados, é possível ter uma noção sobre o grande volume de informações que circulam nas redes!

Nesse cenário, para que a experiência dos usuários não se tornasse muito difusa e esparsa entre milhares de posts, diversos algoritmos foram criados para definir qual tipo de conteúdo é apresentado para determinados perfis de pessoas.

Sabendo disso, a empresa que deseja se destacar nas mídias sociais precisa compreender o funcionamento dessas ferramentas de segmentação e determinar ações que tornem os seus posts realmente relevantes para os seus seguidores.

Considerando que o Facebook e o Instagram ainda são as redes de divulgação preferidas pelos negócios brasileiros, preparei algumas dicas e informações sobre os seus algoritmos, para que você saiba como dominar esses canais e gere novas oportunidades através deles!

Por que me preocupar com o algoritmo das redes sociais?

Para criar um canal de comunicação eficiente com os seus clientes e entregar um conteúdo que fidelize o seu público-alvo, o relacionamento que a sua marca estabelece nas redes sociais é fundamental.

Ao dominar as regras e instruções impostas pelas plataformas, que servem justamente para orientar o que é apresentado aos usuários, você será capaz de se aproximar das pessoas de maneira mais natural, conquistando novos seguidores para a sua empresa.

Mais que compartilhar divulgações, enaltecer o seu negócio e expor as suas ideias, dominar os padrões do Facebook e do Instagram é a maneira mais poderosa de fidelizar e humanizar a sua marca!

A seguir, confira alguns cuidados básicos para adotar em suas postagens e campanhas patrocinadas nessas redes sociais.

omo obter uma boa performance no Facebook?

A última mudança relevante sofrida pelo algoritmo da rede de Mark Zuckemberg foi a maneira com que ela interpreta o conteúdo “de qualidade” entregue aos usuários.

Postagens sobre empresas agora ficam em segundo plano, dando espaço para grupos de interesse, fotos de família ou publicações de amigos, que são consideradas de maior relevância pela plataforma.

Se antes gerar um grande volume de conteúdo era um bom negócio para as marcas ocuparem o feed de notícias, agora é melhor apostar em textos e artes mais bem elaboradas, com foco na segmentação e no potencial de engajamento.

Mais que um conteúdo relevante, que o algoritmo percebe por meio das interações dos seguidores, a intenção é que os empreendedores também invistam mais no Facebook, por isso os posts patrocinados agora são o que garantem um melhor desempenho na rede!

Outras boas maneiras de ser considerado relevante é expandir os seus pontos de contato com os usuários, criando um bot para o Messenger ou até estimulando o acesso para novas páginas de conversão.

Criar campanhas periódicas para que as pessoas marquem amigos, compartilhem os posts ou até selecionem a página com a opção “ver primeiro” também são ótimas saídas para agregar destaque, mas lembre-se de que tudo deve ser feito com naturalidade e verdadeira relevância para quem recebe a mensagem!

Quais as peculiaridades do Instagram?

O Instagram possuí padrões bem mais elaborados e que sofrem mudanças mais recorrentes, mas o seu alto potencial de engajamento faz com que os esforços na plataforma sejam muito bem recompensados em sua empresa!

Em termos de alcance, o algoritmo faz com que apenas 10% dos seus seguidores recebam as suas postagens durante o primeiro dia em que ela foi feita. O restante dos usuários só receberá o conteúdo se o desempenho dele nesse primeiro momento for alto.

Para você ter uma noção sobre como o feedback do público é relevante para a rede, comentários que contenham apenas emojis ou um volume muito baixo de caracteres podem ser percebidos como spam e sequer constarem no engajamento.

Mesmo que as hashtags não tenham mais tanta relevância, é recomendada que sejam utilizadas até 5 delas, para que novos internautas interessados no seu segmento eventualmente encontrem aquilo o que você posta.

A grande protagonista é a ferramenta Stories, que é cada vez mais querida entre o grande público e pode agregar índices surpreendentes de crescimento e interação, principalmente se você for capaz de obter respostas dos seus seguidores em até uma hora depois das postagens.

Boas dicas para ser relevante no Instagram, além do investimento em anúncios periódicos pagos e o foco recorrente nas histórias, é criar chamadas para atenção que estimulem comentários ou marcações, assim como responder às interações de maneira recorrente e realizar testes para descobrir em quais horários as pessoas mais comentam em suas postagens.

Que cuidados tomar ao gerir minhas mídias sociais?

Agora que você já sabe quais são as principais características e padrões adotados pelas redes mais populares entre os negócios brasileiros, tenha em mente quais são os seus objetivos com elas e em quais estratégias você investirá para cumprir as suas metas!

Contar uma agência de marketing digital, profissionais de social media ou em um time próprio para gerir as suas mídias sociais é fundamental, uma vez que o conteúdo precisa ser qualificado e possuir alto potencial de engajamento.

Não se engane: se você mesmo cuidar da sua página e ela começar a gerar bons resultados em um primeiro momento, trata-se de uma estratégia para que a sua empresa crie o hábito de utilizar determinada plataforma e depois impulsione conteúdo nela.

Após o período inicial, o alcance orgânico médio de uma página no Facebook é de apenas 1%, por isso é importante saber agregar qualidade em uma quantidade menor de posts e investir de forma precisa em impulsionamentos que segmentem e ampliem o público.

Por mais que o Instagram, por exemplo, ainda tenha um bom alcance natural, a tendência é que ele se torne cada vez menor com o tempo. Já o Linkedin, para citar outra rede importante que ainda não mencionei no artigo, valoriza fatores que demonstrem a qualidade e o engajamento do conteúdo, como curtidas em por grandes influencers da plataforma.

Não se esqueça de que esses sistemas estão em constante mutação e que cada plataforma adota o seu próprio padrão, por isso considere a minha abordagem como um ponto de partida para as suas estratégias e nunca siga receitas prontas!

Com tantos detalhes, pode parecer que os algoritmos representam um fator negativo nas redes, mas a verdade é que seria impossível para a sua marca se comunicar com as pessoas certas sem a presença deles.

Gostou de mais essa leva de dicas para a sua empresa? Você já utiliza alguma dessas técnicas? Tem alguma sugestão para completar o assunto? Então deixe o seu comentário e contribua com mais esse tema indispensável no cotidiano dos negócios modernos!

O
VOLTAR
CONVERSE ONLINE COM UM CONSULTOrCadastre-se